As cinco linguagens do amor: descubra qual é a sua

0
181
PMTO IPTU - 728x90


Juliana Lemes da Cruz.
Doutoranda em Política Social – UFF.
Pesquisadora GEPAF/UFVJM.
Coordenadora do Projeto MLV.
Contato: julianalemes@id.uff.br

A demonstração do amor de formas diferentes pode ser uma das causas dos conflitos relacionais, especialmente, aqueles que envolvem casais. “As cinco linguagens do amor” foram discriminadas no livro de mesmo nome, do norte americano Gary Chapman, publicado no ano de 1992, e sucesso de vendas por anos. A obra, sem dúvida, auxilia na compreensão das motivações dos rompimentos dos relacionamentos, tanto conjugais, como entre amigos e familiares. Isso porque, a demonstração de amor de uma parte, pode não ser a linguagem considerada pela outra parte, que demonstra e recebe amor de forma diferente. Saber quais são essas linguagens importa para a boa convivência nos relacionamentos, com respeito à individualidade de cada um e sobre suas formas singulares de demonstração e percepção dos afetos. De forma simples e direta, as cinco linguagens do amor constituem:

1) palavras de afirmação;

2) tempo de qualidade;

3) atos de serviço;

4) presentes;

5) toque físico.

Vale lembrar que uma mesma pessoa pode se identificar com mais de uma linguagem, sendo que, uma é a dominante.

  1. PALAVRAS DE AFIRMAÇÃO

As pessoas que têm essa linguagem como dominante demonstram seu amor por meio de elogios, reconhecimento verbal por algum feito da outra pessoa e agradecimentos, por exemplo. Sentem-se muito bem e valorizadas quando recebe palavras de afirmação: “Você ficou muito bem nesse vestido”; “Você vai conseguir, tenho certeza”; “Como conseguiu um resultado tão bom? Fiquei admirado”; dentre outros.

Características: gostam de elogiar e serem elogiadas.

Valoriza: reconhecimentos verbais.

Como agradar: elogie, agradeça, incentive.

  • TEMPO DE QUALIDADE

A presença é algo muito importante para os que consideram o tempo de qualidade ao lado da outra pessoa como uma linguagem do amor. Geralmente, demonstram e sentem-se amadas por meio da partilha de algum momento juntos. Seja assistir um filme, cozinhar, passear ou viajar.

Características: gostam de presença.

Valoriza: passar o tempo junto.

Como agradar: dê atenção, saiam e assistam filmes juntos.

  • ATOS DE SERVIÇO

As tarefas mais práticas do dia a dia são o ponto chave dessa linguagem do amor. Para as pessoas que se identificam com ela, se sentem valorizadas e amadas quando outrem desenvolve atos de serviço em seu favor. A atitude envolve, geralmente, atividades ou resolução de problemas de ordem doméstica e/ou burocrática, a exemplo do pagamento de uma fatura; o conserto de equipamentos domésticos; a tarefa dos cuidados ou lavar a louça.

Características: gostam de ajudar e de serem ajudadas.

Valoriza: receber ajudar em suas tarefas.

Como agradar: ajude nas tarefas, lave, limpe, faça o almoço.

Importante considerar que por muito tempo, essa linguagem predominou entre mães e avós ensinadas a se posicionarem no mundo como as figuras mais necessárias para a tarefa dos cuidados com pessoas e com a casa. Até hoje, muita gente acredita que todas as formas do desempenho dos atos de serviço são formas de demonstração de amor ou de se sentirem amadas. Isso ocorre pelo desconhecimento das mulheres e/ou apagamento naturalizado das suas próprias vontades e sentimentos.

  • PRESENTES

Muitas pessoas sentem-se amadas e costumam demonstrar o amor que sentem por meio de presentes. Não se trata aqui, de considerar o valor de algo, mas, a intenção de oferecer a outrem algo material que simbolize uma lembrança carinhosa que teve dela em algum momento. Seja um tipo de chocolate que a pessoa gosta, uma flor específica, uma caneta diferente ou mesmo, um presente que possam usar juntos.

Características: gostam de dar e receber presentes.

Valoriza: ser lembrado por meio de um mimo/presente.

Como agradar: lembrancinhas surpresa, presentes feitos por quem presenteia, guardar algo que sinalize que lembrou dessa pessoa.

  • TOQUE FÍSICO

Esta linguagem pode provocar confusão por parte de algumas pessoas. O toque físico é a representação das pessoas que apreciam e demonstram o amor por meio do contato, partilhado por meio dos carinhos físicos, massagem, beijos, abraços, cafunés e também, do sexo – não apenas dele.

Características: gostam de tocar e serem tocadas.

Valoriza: contato físico.

Como agradar: ande de mãos dadas, beije, abrace, acaricie, faça sexo.

Com base na obra citada, encontram-se disponíveis na internet, sites/blogs que contêm testes que sugerem sua linguagem do amor. Utilizei como referência um deles: https://blog.ambientepsi.com.br/5-linguagens-do-amor/#Faca_o_teste_e_descubra_qual_e_a_sua_linguagem_do_amor

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui