Em uma semana a 15ª Cia da Polícia Militar Rodoviária prendeu 5 foragidos da justiça

0
130

No período de apenas 7 dias, de 1º a 7 de fevereiro, a 15ª Companhia da Polícia Militar Rodoviária prendeu 5 foragidos da justiça, sendo um deles por  processo vinculado a estupro de vulnerável, segundo o tenente Reinaldo, aumentando as estatísticas de um trabalho que vem crescendo nos últimos anos. Indivíduos vem sendo presos por situações diversas, desde pensão alimentícia, passando por crimes como tráfico de drogas, roubo, chegando a crimes sexuais e até mesmo a homicídios.

“Nos casos relacionados à prestação de alimentos, surge a oportunidade dos filhos serem atendidos na sua qualidade de vida, além de uma possível aproximação e melhora em relação à imagem do pai. Isso conta muito principalmente para as crianças pequenas”, destaca o tenente.

Ele pontua que, no que diz respeito às pessoas presas pelo crime de roubo, costuma trazer uma sensação de paz e segurança para a população que convive ou conhece o foragido da justiça, além de reduzir a sensação de impunidade. Lembrando que o crime de roubo envolve violência física ou emocional por meio de ameaça ou a utilização de arma de fogo. Muitas vítimas foram feridas ou mortas nessa modalidade criminosa.

Quanto aos crimes sexuais às vítimas, seus familiares e amigos, recebem a notícia da prisão como um alento. Apesar das dificuldades  de apagarem a lembrança e a dor da violência sexual, saber que o culpado pagará junto à justiça alivia um pouco o sofrimento. Nos casos em que a vítima é criança, a prisão do foragido proporciona aos demais que tomaram conhecimento do crime, um certo alívio e a sensação de um pouco mais de segurança para os filhos pequenos.

Tratando-se das prisões de foragidos por homicídios, leva às famílias das vítimas a impressão de que realmente a justiça será feita e que a morte do ente querido não ficará impune. Nas situações em que o preso  apresentava histórico de violência, toda a comunidade acaba se sentindo mais segura. “A PM Rodoviária continuará realizando ações e operações para localizar e prender foragidos e colocá-los à disposição da justiça, pois sabemos o quanto isso é importante no aumento da segurança objetiva e potencializa a sensação de tranquilidade”, afirmou.

O tenente disse que a população pode contribuir denunciando os foragidos, através dos telefones 181 (Disque Denúncia) e 190 (Emergência), ou diretamente a um policial da confiança do denunciante. O foragido será abordado e preso. As informações serão mantidas em sigilo e a identidade do denunciante será preservada. “Com a parceria todos saem ganhando”. (Informações: tenente Reinaldo Martins, comandante do 1º Pelotão da 15ª Cia PM Rodoviária).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui