Secretário adjunto da SEJUSP participa de Webnário “Jeito de Ser e Fazer de Minas”

0
269
América


Na sexta-feira (23/07), o Secretário Adjunto de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (SEJUSP), dr. Jeferson Botelho, participou do Webnário “Jeito de Ser e Fazer de Minas”, com as presenças da Delegada de Polícia, titular da Delegacia de Mulheres de Montes Claros – dra. Karine Maia, e do Controlador Geral do Estado de Minas Gerais, dr. Rodrigo Fontenelle. O evento teve a participação da assessora de comunicação da SEJUSP, Flávia Santana, e dos servidores da pasta.

A chefe em exercício da assessoria de comunicação SEJUSP, Flávia Santana, abriu os trabalhos apresentando os participantes, em seguida exibindo em vídeo uma mensagem enviada pelo Governador Romeu Zema. O Governador destacou que, o “Jeito de Ser e Fazer” é uma nova forma de atuar do Governo de Minas. Ressaltou que, o projeto “Valores e Práticas do Governo de Minas – Jeito de Ser e Fazer”, tem o objetivo de transformar o Estado em um lugar melhor para viver e investir. Para que isso ocorra, é fundamental o envolvimento dos servidores públicos. “O projeto começou com uma rodada de debates feita em conjunto com os secretários assessorados pela consultoria da BTA (Betania Tanure Associados). Nós descrevemos os comportamentos, e acreditamos serem necessários para que possamos ser um estado no qual o servidor pode servir com orgulho e excelência, gerando resultados para os mineiros, além de realizar-se como profissional”.

O Secretário adjunto da SEJUSP, dr. Jeferson Botelho – Delegado Geral da Polícia Civil de Minas Gerais, aposentado, Professor de Direito Penal e Processo Penal, autor de diversas Obras Jurídicas, dr. Jeferson Botelho, conduziu o Webnário.

Botelho enfatizou em sua fala:

“Recebi essa missão, por delegação, do nosso Secretário de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais, Dr. Rogério Greco, a quem manifesto gratidão e carinho pela amizade.

Dizer que o Governo de Minas tem feito dos desafios uma oportunidade para dar um salto de qualidade em vários aspectos. Desenvolvimento em atividades de inteligência e integração entre as agências de Segurança Pública, fomento à produção de provas técnicas no combate ao crime organizado, humanização no crime de penas, incentivo e produção de trabalhos de pessoas que cumprem pena no sistema prisional e socioeducativo do Estado, como por exemplo a produção de mais de 5 mil de máscaras dentro dos estabelecimentos penais, com doação dessas máscaras a hospitais, a população carente e às demais forças de segurança púbica, integração harmoniosa com os demais órgãos de persecução criminal do Estado. Uma prática interessante é a participação decisiva ao GMF do TJMG nas visitas a todos os estabelecimentos penais do estado, dentro de uma gestão clara, transparente e eficiente. Outro bom exemplo, foi a recente resolução 173, que estabelece diretrizes e normativas para a custódia, atendimento e tratamento do público LGBTQIA+ no âmbito do Sistema Prisional do Estado de Minas Gerais, tema polêmico, mas as pessoas precisam começar a se abrir para essas discussões, afinal de contas estamos diante de direitos de quarta geração e não podemos fechar os olhos para isso.

Assim, em especial, queremos estimular a todos nós para evoluirmos no nosso Jeito de Ser e Fazer. Vale destacar que Ser são os valores e Fazer é o como praticamos esses valores, ou seja, um Jeito de Ser e Fazer que vai sustentar a nossa ambição de continuar a transformar Minas no melhor lugar para viver e investir.

A semântica do nome jeito de ser e de fazer do Governo de Minas deve compreender o alcance das ações dos servidores atuantes na busca da cultura desejada. SER significa existência de uma coisa. Tudo o que existe é ser. O ser existe para fazer algo. ASSIM, o serviço público deve ser visto como uma grande oportunidade de entregar tempo, conhecimento de ideias, inovações, valores humanísticos, sentimentos positivos e altruístas para dias melhores.

Se for para ser, que seja sempre melhor a cada dia, mesmo diante das mutações diárias, a vida é um encanto, o nosso trabalho é ferramenta de realização desse encanto”

Em suas palavras finais, dr. Jeferson Botelho dirigiu agradecimentos a todos que participaram do evento grandioso:

“Quero desejar a todos os mineiros um belo final de semana, um contagiante jeito de ser e fazer diferente, com a essência e a expressão de valores próprios de algo transparente, pois Minas é diferente de tudo. Nas montanhas e nas serras, nos rios e nas estradas, um jeito autêntico de ser e de fazer diferente, sintomas de bem estar, caminhos que levam à retidão. A mesma pujança na prestação de serviço da exuberância do pico do Ibituruna, o compromisso comunitário da grandeza do rio São Francisco, a fortaleza de Minas, como magnitude da Lagoa de São Lourenço e o sentimento ético dos servidores do tamanho das escadarias da igreja São Gonçalo de Contagem, a prestação de serviços de maneia transparente como brilho reluzente das águas marinhas de Teófilo Otoni, e assim, pelos caminhos de Minas, um jeito diferente de ser e de fazer acontecer…”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui