Secretaria de Estado de Saúde confirma caso de raiva humana na cidade de Bertópolis

0
304
PMTO IPTU - 728x90


A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informa que foi confirmado por exame laboratorial um caso de raiva humana em um paciente de 12 anos, do sexo masculino. O paciente morreu no dia 4 de abril, na UPA, em Teófilo Otoni.

Informa que um segundo caso suspeito está em investigação. Trata-se de uma paciente do sexo feminino, de 12 anos, que segue em internação hospitalar. O quadro da paciente é estável, com evolução positiva. Foi coletada amostra para exame laboratorial e aguarda-se o resultado. Ambas as notificações são provenientes da área rural do município de Bertópolis, registradas nos dias 4 e 5 de abril, e estão relacionadas a mordedura por morcego.

Ações desenvolvidas pela SES-MG – Assim que foi notificada do primeiro caso suspeito, a SES-MG adotou medidas imediatas e contínuas de prevenção e controle da raiva na localidade, a saber: – Notificação e investigação dos dois casos suspeitos, bem como comunicação imediata ao Ministério da Saúde; – Investigação epidemiológica imediata dos dois casos. A investigação é realizada na localidade de ocorrência da exposição dos casos suspeitos, com busca ativa de pessoas que possam ter tido a mesma situação de risco dos casos suspeitos; e em seguida com o encaminhamento para atendimento médico profilático na localidade.

– Organização de reuniões periódicas para alinhamento e planejamento das ações de investigação dos casos e medidas de prevenção e controle da raiva, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde de Bertópolis, já ocorridas, nos dias 06, 07 e 08 de abril de 2022. – Organização e realização de reuniões com a equipe médica local, da SES-MG e do Ministério da Saúde para alinhamento das condutas dos atendimentos antirrábicos na localidade (08 de abril de 2022).

– Disponibilização de imunobiológicos para o tratamento profilático antirrábico humano (pós-exposição e pré-exposição, conforme o caso (vacina antirrábica e soro antirrábico); – Organização e monitoramento de vacinação dos contactantes do primeiro caso para início imediato no dia 9 de abril; – Organização e monitoramento de vacinação de pré-exposição para todos os moradores da localidade rural, totalizando em torno de 1.100 moradores, para início no dia 9 de abril de 2022.

– Disponibilização de 100 doses de vacina antirrábica animal para vacinação antirrábica de cães e gatos da localidade; conforme a população animal estimada para a área. A vacinação está sendo realizada na localidade, com objetivo de imunizar cães e gatos e com isso, implementar ações de prevenção e controle da doença. Está sendo realizada pelos agentes de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde de Bertópolis com início em 6 de abril de 2022.

– Monitoramento das ações de campo desenvolvidas pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) para ações de prevenção e controle da raiva na localidade. Este está na região, e realiza investigação epidemiológica, para verificar espoliações de morcegos em animais de produção, presença ou relato de mortes de animais com sinais clínicos neurológicos, bem como informações sobre a realização de vacinação antirrábica nesses. Foram realizados ainda contatos com produtores rurais, informando sobre as formas de prevenção da raiva dos herbívoros.

– Realização de ações de educação em saúde na região com objetivo de alertar as pessoas sobre a doença, e suas formas de transmissão, bem como as medidas de prevenção e controle da raiva. – Organização e realização de Webinar para profissionais de saúde do estado de Minas Gerais sobre atualização do atendimento antirrábico humano agendado para dia 19 de abril de 2022.

A Secretaria informa ainda que o último caso de morte por raiva humana em Minas Gerais foi registrado em 2012, no município de Rio Casca (MG). Por fim, a SES-MG destaca a importância de se procurar a Unidade de Saúde mais próxima para avaliação da necessidade de adoção de medidas profiláticas (administração de vacina e/ou soro) em caso de qualquer incidente com mamíferos silvestres ou domésticos, sobretudo morcegos, cães e gatos. (Foto: Ilustrativa)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui