AMUC realiza LXXI Assembleia Geral Extraordinária

0
126
Copasa - 728x90


Na Assembleia foram debatidos temas de grande relevância como, volta às aulas e municipalização das escolas estaduais

Pronunciamento do presidente da AMUC, prefeito do município
de Caraí, Vavá Neiva

A Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Mucuri (AMUC), realizou na tarde de terça-feira (13/07/2021), em sua sede, à Av. Alfredo Sá, Bairro Jardim das Acácias, a LXXI Assembleia Geral Extraordinária, para discutir assuntos de interesses como: – Transporte escolar; – Retorno às aulas presenciais; – Municipalização das escolas estaduais; – Companhias de abastecimento de água e coleta de esgoto (COPASA e COPANOR).

A diretora de Administração e Finanças da Superintendência Regional de Ensino de Teófilo Otoni, Mércia da Silva Soares, participou da Assembleia representando o superintendente Raphael Neves de Matos. Um dos pontos mais discutidos na reunião foi a volta às aulas, e o presidente da AMUC, prefeito de Caraí, Vavá Neiva, sugeriu que os municípios não retornassem às aulas presenciais pelo menos até final de agosto e foi aprovado pelos prefeitos presentes, até que todos tenham condições de organizar devidamente as estruturas escolares, bem como o transporte escolar, com exceção de Teófilo Otoni, devido a sua particularidade e da complexidade de toda estrutura educacional pública e privada do município.

“Estamos cobrando do governo de Minas Gerais complementação dos valores pagos ao transporte escolar que já está 10 anos defasados e nesse momento de pandemia se torna mais crítico devido ao aumento excessivo dos valores dos combustíveis, bem como peças, pneus e outras despesas. Além de sabermos como poderá ser feita a adequação nos veículos de transporte escolar para receber e transportar com segurança os alunos, obedecendo os cuidados para com o combate à Covid-19”, disse Vavá.

Vavá convocou os prefeitos a resolverem as demandas juntos, e ressaltou no seu pronunciamento, que um fato chamou a sua atenção com relação à educação. Ele tomou conhecimento da permissão do governo de Minas do retorno às aulas nas cidades que estão na Onda Vermelha do programa Minas Consciente, pela imprensa. “Apenas até então não podia nada, e de repente passou a poder. Não que eu fosse contra, na verdade eu não sou contra, eu acho até importante na minha percepção, na minha formação como médico também, na minha humildade entender, que se a gente está tendo campeonato de futebol, esportes diversos, porque não pode ter funcionamento das escolas dentro dos protocolos e suporte adequados. Não podemos ter a hipocrisia de mandar fazer higiene das mãos se na escola não tem água para fazer a questão básica”.

Na Assembleia também houve um amplo debate sobre a municipalização das escolas estaduais, Copanor e Copasa, e uma nota de repúdio à Copanor por ameaçar suspender os vales refeição, lanche dos seus funcionários por ainda não terem chegado a um acordo de reajuste. “Os funcionários já ganham pouco e agora terão os valores suspensos. Não dá para acreditar, assim tem os funcionários a nossa solidariedade e o nosso engajamento nesta causa. A união faz a força e a força traz o resultado. Que os nossos Vales tenham Voz e Vez”, pontuou Vavá Neiva.

Sobre a Copasa e Copanor, Vavá Neiva informou que convidou representantes das empresas, para no próximo dia 28 de julho, uma reunião na sede da AMUC, para debater a prestação dos serviços dessas concessionárias. Convidou os prefeitos para participarem desse momento único, quando será feito um ato de desagravo a favor dos servidores da Copanor e contra a empresa.

Para finalizar a Assembleia, Vavá convidou o prefeito de Novo Oriente de Minas, Normandes Jardim, para falar da questão dos resíduos sólidos, do Consórcio que foi constituído, tendo ele como presidente. Normandes e sua equipe passaram informações sobre problema de lixão, que é de todos os prefeitos da região. “Nós temos que adequar e fazer com que o problema seja resolvido”, disse.

(TEXTO/FOTOS: DIÁRIO TRIBUNA)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui