Polícia Civil investiga duplo homicídio em Teófilo Otoni

0
1098
América


Já foram presos suspeitos de envolvimento no crime que ocorreu na Av. Alberto Laender

Gabriel de Oliveira Faria e Letícia Maria Silva Rocha, vítimas fatais

A Polícia Civil está investigando o duplo homicídio ocorrido em Teófilo Otoni na noite de quarta-feira (06/10/21), na Avenida Alberto Laender, Bairro São Diogo, tendo como vítimas Gabriel de Oliveira Faria, de 22 anos, e Letícia Maria Silva Rocha, de 18. O casal foi morto a tiros dentro de um veículo GM/S10 de cor prata. Uma equipe do SAMU esteve no local e confirmou o óbito das vítimas. Os policiais militares isolaram o local até a chegada da perícia técnica da Polícia Civil, que após realizarem seus trabalhos, os corpos foram encaminhados ao IML para serem necropsiados.

Momento em que a moto emparelha com o automóvel S10
onde estavam as vítimas

Câmeras de monitoramento da localidade mostram uma motocicleta com tanque cor amarela, com dois ocupantes, indo no sentido centro à BR-116, passa pelo veículo onde estavam as vítimas, retornam e emparelham com o automóvel, efetuaram os disparos de arma de fogo e fogem sentido à Avenida Alfredo Sá, BR-116. Segundo a PM, a perícia constatou que Gabriel foi atingido por vários tiros na altura do rosto e pescoço, e Letícia na altura do rosto e de raspão no braço. A perícia recomendou a apreensão do celular de Letícia e a remoção do veículo onde estavam as vítimas.

O duplo homicídio ocorreu na Av. Alberto Laender, Bairro
São Diogo, em Teófilo Otoni

A Polícia Militar fez rastreamentos durante a noite e os suspeitos de envolvimento no duplo homicídio foram presos na manhã desta quinta-feira (07), bem como a motocicleta supostamente usada por eles foi apreendida. A titular da Delegacia de Homicídios de Teófilo Otoni, dra. Hérika Ribeiro Sena, assim que tomou conhecimento dos fatos, acionou sua equipe, o perito e o IML, e foi ao local dos crimes. Na manhã desta quinta-feira, ela informou que o carro das vítimas estava parado em frente a um bar que, aparentemente, não estava em funcionamento no momento, e precisa fazer levantamentos da situação deles ali no local. Ela já instaurou o inquérito policial e as investigações prosseguem para total elucidação de autoria e motivação dos homicídios.

“No primeiro momento nós levantamos que eles não tinham nenhum envolvimento com criminalidade, e pode ser que nos leve a uma investigação de possível crime passional, mas ainda não podemos ter essa certeza”, disse a delegada. Questionada sobre a possibilidade de as vítimas terem sido mortas por engano, ela respondeu que, nesse momento, não pode descartar nenhuma possibilidade. “Existe essa possibilidade sim, porque é muito estranho pessoas que aparentemente não tinham nenhum problema na sociedade, fossem mortas. Nós não podemos descartar nada. É um pouco improvável, mas não podemos descartar. Nós estamos nos direcionando, a princípio, por um crime passional”. As vítimas são de Teófilo Otoni, Gabriel é filho de um policial militar de Teófilo Otoni. (Fotos: Divulgação).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui