Golpe do Falso Delegado faz vítimas em Teófilo Otoni

0
339
América


As vítimas, normalmente, são homens bem sucedidos que já tiveram suas situações financeiras pesquisadas pelos estelionatários

A Polícia Civil de Minas Gerais, por meio da Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes Cibernéticos de Teófilo Otoni, está fazendo ampla divulgação sobre o golpe do “Falso Delegado”. Quem faz o alerta é a delegada titular da pasta, dra. Mariana Grassi Ceolin, que informou na quarta-feira (20), que já tem vítimas em Teófilo Otoni, que já procuraram a delegacia para denunciar os casos, e possivelmente tenham ocorrido outros casos com vítimas que não denunciam.

Entenda o Golpe – A vítima recebe um pedido de amizade em uma rede social, por parte de uma pessoa que se passa por uma mulher, uma garota jovem e bonita. A suposta mulher vai começar a se relacionar com a vítima via rede social, e, durante a conversa, passa a enviar fotos de mulheres nuas e também pede fotos íntimas. Num certo momento ela vai começar a trocar fotos íntimas com a vítima, e a vítima também envia fotos íntimas para essa pessoa que em tese seria uma mulher.

O público-alvo do golpe são homens bem sucedidos, isso porque golpistas normalmente, tem o cuidado de pesquisar antes a situação financeira deles. A partir do momento em que as fotos são enviadas pela vítima, alguém se passando por familiar dessa suposta mulher, vai se identificar falando ser o pai dessa pessoa, vai dizer que se trata de uma criança ou adolescente, começa a extorquir a vítima, afirmando que se trata de um caso de pedofilia e exige o pagamento de valores, a fim de evitar um suposto processo.

Delegada titular da Delegacia Especializada em Repressão aos
Crimes Cibernéticos, em Teófilo Otoni, dra. Mariana Grassi Ceolin,
“E para incrementar o golpe, dar um tom de realidade, uma terceira pessoa faz contato com a vítima se identificando como delegado de polícia, e fala que o caso já está nas mãos dele, ou seja, a família já procurou uma delegacia, e para que o caso não vá pra frente, pra que se dê um jeito naquela situação, mais uma vez a vítima é extorquida, coagida a transferir valores para essas pessoas” explica a dra Mariana Ceolin.

A delegada informa que tiveram casos recentes aqui em Teófilo Otoni, pessoas que perderam quantidade razoável de dinheiro nessas situações, e estão sendo investigadas, mas não é uma investigação simples, é muito difícil. A recuperação desse dinheiro também vai demandar tempo.

O alerta que a Polícia Civil faz às pessoas é que não troquem fotos íntimas em rede social, não compartilhem essas fotos, não divulguem de qualquer forma, não apenas por conta desse golpe do falso delegado, mas também tem outros vários crimes por trás de fotos íntimas.

A dra Mariana ressalta que nenhum delegado vai fazer esse tipo de cobrança por telefone. Caso de fato a pessoa esteja sendo investigada ela será intimada. E, caso a vítima ainda ache que possa ser verdade, que ela procure saber se o tal delegado de fato existe na cidade. O correto é procurar a delegacia e não fazer nenhum depósito, pagamento ou transferência a desconhecidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui