Continuam internados em Belo Horizonte, o tenente coronel Welvisson e seu filho Pedro, vítimas de acidente na MGC 418, em Teófilo Otoni

0
674

Veja informações atualizadas do quadro clínico dos dois

O tenente coronel Welvisson está internado em hospital de Belo Horizonte, bem como o seu filho Pedro

O tenente coronel da Polícia Militar de Minas Gerais, Welvisson Gomes Brandão, de 48 anos, lotado em Belo Horizonte, e seu filho Pedro, foram os que mais se feriram em uma grave colisão entre o veículo do militar, SUV Mitsubishi de cor preta, e um caminhão de transporte de carne (frios), no Km 165 da MGC 418, em Teófilo Otoni, na manhã de segunda-feira (1º/4). A Polícia Militar Rodoviária registrou a ocorrência, na descida próximo à Pedreira, aproximadamente 9 quilômetros saindo para Nanuque. O militar e o filho Pedro foram encaminhados ao Hospital Santa Rosália, em estado grave, posteriormente eles foram encaminhados de helicóptero para hospital em Belo Horizonte. No carro ainda estavam outros dois filhos do militar, que felizmente estão bem.

O motorista do caminhão. H.E.L.L., de 28 anos, disse que trafegava sentido a Nanuque em velocidade compatível com a via, estava chovendo e a pista escorregadia, quando percebeu um bambu envergado sobre a pista, a uma altura que ele imaginou que pudesse atingir o baú. Nesse momento ele pisou no freio para reduzir a velocidade, porém devido à pavimentação escorregadia o caminhão perdeu o controle, invadiu a contramão e atingiu o carro do militar, que trafegava sentido contrário. Ele não sofreu lesões. A perícia técnica da Polícia Civil fez os trabalhos que devem ajudar a esclarecer as causas e circunstâncias desse lamentável e grave acidente de trânsito. O tenente-coronel Welvisson, natural de Carlos Chagas, já trabalhou nesta região de Teófilo Otoni, pessoa muito querida, bem como a sua esposa, sargento Nayana, e esse lamentável acidente causou muita tristeza e preocupação aos amigos e familiares.

Atualização do quadro clínico das vítimas: Na manhã de quarta-feira (3/4), a mãe de Pedro, a sargento Nayana atualizou as informações sobre a situação clínica dele, dizendo: “amigos, a noite foi longa por aqui. O Pedro está com um dreno no pulmão esquerdo devido uma perfuração, mas ontem foram retirados os aparelhos e ele já respira sozinho. Estamos aguardando o restabelecimento do fígado, porque, devido ao impacto, sofreu algumas lesões. Ele sofreu um traumatismo craniano e estava com um sangramento no cérebro que será reavaliado.

Nas fraturas no rosto será necessário uma cirurgia, mas num próximo momento, porque agora estão tratando o que é mais urgente. Pedro já abre os olhos. O estado do Welvisson é grave, mas estável. Há questões neurológicas muito sérias que estão sendo cuidadas nesse momento. Peço que intensifiquem as orações pela vida dele. Arthur começará acompanhamento com a psicóloga hoje. Ele é o nosso pequeno grande herói que pediu socorro para toda família. Helena está ótima. Não deixem de rezar. A oração de vocês tem chegado até nós, e aos céus”.

Logo mais, ainda nesta quarta-feira, felizmente sargento Nayana informou atualização com notícias de melhoras do filho: “Os pulmões do Pedro estão respondendo muito bem. Tiraram todos os aparelhos, o dreno, e ele respira sozinho. Todos os exames de sangue sem alteração. Ele está fazendo uso de morfina por isso fica mais sonolento. Mas está mexendo todas as partes do corpo. Conseguiu sentar na cama, sorriu e está reagindo muito rápido ao tratamento. As orações estão curando meu filho, e eu estou tendo o grande privilégio de estar sendo testemunha disso. Não parem de rezar”.

E, ao final da tarde de quarta-feira, sargento Nayana atualizou o quadro de Pedro, felizmente com boas notícias, dizendo que ele havia deixado o CTI. “Todos os exames sem alteração, sem sangramentos, sem anemia, pulmões e fígado em plena recuperação. Pedro acordou, sentou na cama e já fica em pé. Tchau CTI, nosso lugar não é aqui. Acabamos de receber alta e estamos em direção ao novo quartel general levando conosco as orações de vocês. Welvisson permanece sedado e fazendo muitos exames. Contando muito com a oração de vocês”, disse. Nós, equipe do Diário Tribuna, estamos torcendo pela plena recuperação do tenente coronel Welvisson e do filho Pedro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui