Senado aprova general Menandro para a embaixada do Brasil em Israel

0
139
Atualmente, o general Gerson Menandro é gerente de Relações Institucionais e Governamentais da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) – Foto: Marcello Casal Jr/ABr

O Senado aprovou na terça-feira (22/09) a indicação do nome do general Gerson Menandro Garcia de Freitas para exercer o cargo de embaixador do Brasil em Israel. A mensagem (MSF) 10/2020 foi aprovada com 40 votos favoráveis, três contrários e uma abstenção.

O indicado graduou-se em Ciências Militares pela Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) em 1975, e possui uma extensa lista de estudos de pós-graduação.

Entre os cargos e funções que desempenhou se destacam: assessor brasileiro na Academia Militar de West Point, Estados Unidos; analista de Relações Internacionais, Operações, Gestão e Planejamento Estratégico do Estado Maior do Exército; secretário-geral do Exército e coordenador-geral dos Especialistas dos Estados-Membros da ONU; e conselheiro militar na Missão Permanente do Brasil na ONU.

Atualmente, Gerson Menandro é gerente de Relações Institucionais e Governamentais da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Durante sabatina na Comissão de Relações Exteriores (CRE) do Senado na segunda-feira (21), o indicado destacou o fortalecimento do relacionamento bilateral na visita do presidente da República Jair Bolsonaro a Israel; na abertura do escritório da Apex-Brasil; e na celebração recente de seis acordos estratégicos.

Gerson Menandro também ressaltou que Israel é um país com 43% de solo desértico e poucos recursos hídricos naturais. Em contraste, apontou que o agronegócio no Brasil é de escala mundial, o que faz do país um provedor de alimentos. O diplomata aposta no aumento dessa produtividade como fator de fortalecimento da relação entre os dois países — com foco nas áreas de irrigação, fertilização, reuso da água e dessalinização.

— Outras quatro áreas que eu citaria: defesa, segurança pública, setores cibernético e espacial. Israel é reconhecidamente um país muito avançado em seus meios, equipamentos, doutrinas, táticas e técnicas de defesa. E nós podemos avançar bem mais — avaliou.

(Fonte: Agência Senado)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui