Motociclista sofre graves fraturas após colidir em caminhão na MG 217, em Malacacheta

0
453

A Polícia Militar Rodoviária foi acionada, na quarta-feira (17/4), para atender uma grave colisão entre uma motocicleta e um caminhão transportando eucaliptos, na rodovia MG 217, km 66, em Malacacheta. No local os militares da cidade haviam feito o primeiro atendimento e colhido informações.

Segundo os militares, o piloto da motocicleta Honda CG 160 Fan, de 30 anos, que reside em Pavão, disse que trafegava sentido Poté a Malacacheta, com destino a Capelinha, quando em uma curva perdeu o controle direcional, invadiu a contramão e colidiu na lateral esquerda do caminhão. Alguns familiares dele seguiam logo atrás em um automóvel.

O condutor do caminhão M. Benz, 1620, de cor vermelha, transportando eucaliptos, informou que seguia sentido Malacacheta a Poté, quando em uma curva, deparou com uma motocicleta que trafegava em sentido oposto, tendo a citada moto invadido a contramão e colidido contra a lateral esquerda do caminhão.

Após a colisão o caminhoneiro teria sinalizado a pista e providenciado o acionamento de socorro para a vítima, que sofreu fraturas expostas no braço e perna esquerdos, sendo encaminhada ao hospital municipal Dr. Carlos Marx, em Malacacheta. O tenente Reinaldo lamenta mais um acidente grave envolvendo motocicleta nas rodovias da região, o que deve incapacitar a vítima por um longo período.

“Novamente alertamos motociclistas quanto aos riscos, uma vez que as nossas estradas são estreitas, sinuosas, com pouco ou sem acostamentos. A moto é um excelente veículo, tendo os custos de aquisição e manutenção mais baratos, porém, não possui o habitáculo de proteção dos demais veículos. Nos casos de colisões ou quedas os ocupantes costumam sofrer muitos ferimentos ou mesmo a morte”, ressaltou. (Informações/Fotos: tenente Reinaldo Martins, comandante do 1º Pelotão da 15ª Cia PM Rodoviária).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui