Polícia Civil prende criminosos que atuavam na prática do Golpe do Pix Falso em Itambacuri

0
685

A Polícia Civil de Minas Gerais, por meio da delegacia de Itambacuri, prendeu em flagrante, nesta sexta-feira (23/2), dois criminosos que aplicavam golpes eletrônicos por meio de comprovantes falsos de Pix. Segundo a Polícia Civil os autores G.H.L.C., de 22 anos, e T.M.M.G.. de 19, realizavam pedidos de produtos e serviços, além de alimentos e demais compras, simulavam o pagamento por meio de transferências via Pix, mas os valores não eram creditados nas contas bancárias, uma vez que os comprovantes de pagamento eram falsos, criados pelos investigados através de um aplicativo de adição de comprovantes de pagamento.

Uma das vitimas destacou que estava sofrendo desfalque financeiro com as falsas transferências de valores relativos ao fornecimento de marmitas, uma vez que os comprovantes eram falsificados e os valores nunca eram creditados na conta do estabelecimento comercial. O golpe também foi aplicado contra uma farmácia da cidade, e outras vítimas estão sendo procuradas para a formalização dos procedimentos policiais correlatos.

Os policiais civis abordaram T.M.M.G. dentro do restaurante onde estavam aplicando o golpe, tendo referido golpista informado que o comparsa G.H.L.C. seria o responsável por adulterar os comprovantes de pagamento enviados, sendo o segundo autor localizado e preso, e com ele foi apreendido o aparelho celular com o aplicativo usado para a prática dos engodos.

“Em pesquisas aos sistemas de informações policiais constam diversos registros relacionados aos crimes praticados pelo G.H.L.C. 22 anos, sendo contumaz na arte de traficar entorpecentes, além de registro envolvendo violência doméstica”, disse o delegado titular da delegacia de Itambacuri, dr. Eduardo Gil.

Após a formalização do Auto de Prisão em Flagrante (APF), garantidos os direitos não atingidos pelo cerceamento de liberdade dos infratores, foram grafadas as narrativas sobre os fatos a eles imputados e encaminhados ao presídio de Itambacuri, onde permaneceram à disposição da Justiça Pública da Comarca. Equipe Policial Civil: Dr. Eduardo Gil, Ademi, Datan e Glauzelânio “Bota”. (Informações: PCMG/ Dr. Eduardo Gil). 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui